segunda-feira, 19 de março de 2012

E foi como pensei + muito triste(08/66)

Oi minhas amigas, bom dia.
Como estão as coisas por aí?

Bom, aqui não tá nada bem em muito sentindos. Ontem fiquei o dia todo deprê pq vi uma coisa que me chateou muito. Vou contar o que é, assim eu desabafo: minha mãe nunca permitiu que eu chegasse tarde em casa, tão pouco que eu saisse pra algum lugar onde "obrigatoriamente" eu devesse chegar tarde pelo fato de já começar tarde. Acontece que eu já tenho meus 25 anos e se eu chego em casa aos sábados (que é o unico dia que eu saio) mais de 01:15 da manhã, ela acaba comigo! Mas daí, o que aconteceu??? Minha irmãzinha foi numa festa open bar, que começava a meia noite e chegou em casa às 5h da manhã. Sabem o que ela ouviu?? NADA. Simples assim, minha mãe não abriu a boca, e a princesinha tem só 18 anos. Vê se pode. Estou muito chateada com isso. Daí minha mãe deve ter percebido, olhou pra minha irmça e falou "sua irmã nunca chegou em casa essa hora" (como se ela deixasse né). A princesinha respondeu "só porque ela não chega, eu também não vou chegar?"...e assim é minhas flores, não só ontem, como todos os dias. Minha mãe me trata na base da patada, e minha irmã só no bem-bom. Eu comecei a trabalhar qdo fiz 18 anos. Fiz minha faculdade inteira trabalhando, sem computador nem internet (graças a Deus tive amigos que me ajudaram). Já a princesinha tem internet o dia todo, computador bom, não quer trabalhar porque vai atrapalhar os estudos dela e minha mãe não ta nem aí. Pra que se preocupar né??? Eu dou meu salario inteiro dentro de casa, não precisa da linda trabalhar. Sem contar os serviço em casa que é a unica coisa que a bonitinha faz e ainda pela metade! Ai se eu fizesse isso escutava (e ainda escuto) um monte!


Amigas, desculpem eu falar isso tudo, mas é que eu não tenho com quem desabafar....a não ser vocês.

Bom, quanto à RA está de mal a pior. Depois da pesagem sábado eu desanimei muito e não segurei as rédeas. Comi o que quis comer. Só ontem a noite que meu namorado quis ir comer lanche e mesmo com água na boca achei melhor não comer (mas já havia comido bem no almoço). Mas fiquei muito incomodada com a situação...de ver ele comer, com água na boca, aquele cheirinho....não vou dizer que fiquei orgulhosa de mim...na verdade estou com pena de mim...pq estou tentando me esforçar e não vai dar em nada pq eu sou o fracasso em pessoa...aliás, já fracassei, não é? Mas hoje eu vou tentar recomeçar...estou com a idéia mirabolante de cortar "N" coisas da minha alimentação....não sei se vou conseguir. Eu já não sei mais o que faço e sinceramente estou muito triste com tudo isso.

Amigas, desculpem o post longo e os desabafos, mas eu precisava disso. Quem sabe assim eu volto a ficar animada.

Bjokas e boa semana!

7 comentários:

Fabi Lange Brandes disse...

ai Ju... to preocupada com vc.... vamos cuidar dessa alimentação ai? Precisamos baixar a balança, precisamos ganhar dela, e não ela ganhar de nos.... muitas vezes temos desafios que são diários, é uma luta contra nós mesmas, todos os minutos... e comer o que quiser comer não é a opção mais inteligente, e vc sabe disso... quanto à essa sua chateação, vc deveria conversar bem sério com sua mãe, e explicar como vc se sente, pra nao ficar guardando essa magoa que só faz mal pra vc.....
beijos e se cuide

rachel disse...

Concordo com a Fabi menina: conversa de mulher para mulher com tua mãe.

Abre teu coração sem te exaltar, com toda certeza ela te admira por seres uma filha boa, e deve estar percebendo isso ainda mais pelas atitudes da tua irmã.

Outra coisa, sei que a vida não é fácil: já te formasse? tens um emprego razoável? será que não é hora de deixar o ninho? fazer um pé-de-meia e pensar um pouco em ti? Nunca será egoísmo contribuires menos, faz a tua parte em casa e guarda um pouco para ti ter a tua vida....

Tem horas que é necessario fazer o mundo girar... Bjus e te cuida

www.comoalface.blogspot.com

Agora é de verdade! disse...

Juuh ! Minha flor !
Temos exatamente a mesma idade e vivemos exatamente a mesma situação. Temos que ser fortes.. o seu caso eh ainda melhor pq sua irma eh maior de idade ! E a minha q tem 14 anos ? Isso mesmo, 14 anos ! E mesmo assim, faz tudo oq quer ! É complicado neeh ! Se quiser, conversamos mais sobre isso !
Força na peruca gata !
Um grande beijo ♥

Fátima Amorim disse...

ju... se cuida amiga...não deixe que nada abale sua... ra...sobre sua irmã a minha tem 24 separada tem uma filha mora dentro de casa meus pais adoeceram já são idosos eu tive qu larga emprego trabalho agora como autonôma vim morar dentro de casa para cuidar dos meus pais minha mãe teve um avc meu pai 8 cirugia, tenho uma filha de 17 anos e meu esposo ´trabalha com carretas sempre viajava com ele...resumindo é isso ela disse que não ía cuidar d ninguem..vim cuidar deles ela foi morar com o namorado e deixou a filha dela de 6 anos para eu criar!!!imagine minha correria!!!força amiga..cheiro.

Jαckeline disse...

Ei Juli,não fica assim.
Vc precisa conversar com sua mãe pra que ela veja a sua importância em casa e isso é normal.
Quando morava com minha mãe era a mesma coisa...
Tudo em casa era comigo, nunca podia fazer nada e pra piorar não trabalhava, sabe o que eu fiz?Arranjei um emprego, fiquei quase 1 ano juntando dinheiro e resolvi casar, não casei pra fugir dos meus problemas não pq poderia muito bem morar sozinha, mas hoje que tenho 22anos, um trabalho muito bom e ganho muito bem pra minha idade, minha mãe diz que não deu valor a filha que tinha...
Quando sua mãe perceber o valor que vc tem, ela vai saber dar valor.

Ah, só não faz uma dieta muito radical senao depois vc vai querer comer o mundo viu.
cheiroo

Monica Ferra disse...

Amiga, não fica triste não! Pense que vce é maior e melhor que isso tudo que está te acontecendo. Tudo nessa vida passa e vce vai superar tudo isso com certeza. Coloca nas mãos de Deus e Ele proverá! Não desanima não porque nós vamos encarar essa guerra juntas e misturadas. bjusssss

♥♥♥ Meire ♥♥♥ disse...

Ai amiga...já passei por tudo isso...na verdade ainda passo, só que agora eu sou casada e não me abalo mais. Não sei se é o seu caso, mas sempre os mais velhos sofrem mais mesmo. Comigo foi assim, apanhava a toa e nem podia brincar na rua..hoje? Nem cadeado tem em casa...

Só que tem uma: somos em três, duas meninas em um menino, eu me casei direitinho tenho uma família e posso dizer que nunca dei "trabalhos" para meus pais. Já meus irmãos que cresceram "largados", um é dependente químico e a outra desandou por um tempo, sofreu pacas e hoje está bem...então olhando por este angulo vale a pena, pelo menos você terá uma vida tranquila, livre de enrroscos!!


Obrigada pela força lá no blog viu!!!

Bjs e tudo de bom!!!